Últimas notícias

Vereador de Campina Grande é preso durante segunda fase da Operação Famintos


O vereador Renan Maracajá (PSDC) foi preso na manhã desta quinta-feira (22) em Campina Grande durante a deflagração da segunda fase da Operação Famintos. Com objetivo de combater uma organização criminosa com atuação em fraudes de licitações na Prefeitura de Campina Grande a operação foi deflagrada em conjunto entre Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal.
A assessoria da Polícia Federal informou ao ClickPB que a prisão de Renan Maracajá foi feita por força de mandado e é preventiva.
Ao todo, foram expedidos oito mandados de prisão, sendo cinco mandados de prisão temporária e outros três de prisão preventiva. Além dos mandados de prisão, também foram expedidos 14 mandados de busca e apreensão em residências, escritórios e empresas dos investigados.
Renan Maracajá, que estava sendo investigado pela Polícia Federal suspeito de participação no esquema criminoso, teria sido preso no bairro do Alto Branco. Logo após ser detido, ele foi levado até a Delegacia da Polícia Federal em Campina Grande.
O ClickPB tentou entrar em contato com o vereador, mas as ligações foram direcionadas para a Caixa Postal.

Nenhum comentário

Deixe aqui o seu comentário!